colchao 1

 

Uma boa noite de sono é garantia de disposição para encarar o dia seguinte.  Ao contrário do que muita gente pensa, a posição na qual a pessoa se sente mais confortável nem sempre é a melhor quando o assunto é evitar problemas como cansaço, dores musculares e desvio de coluna.

A posição mais adequada para dormir é de lado, pois a coluna fica mais protegida e a respiração flui melhor, manter o pescoço alinhado com o resto da coluna é fundamental para evitar problemas com a coluna.

O uso de um travesseiro no meio das pernas ou uma almofada fina, que ajuda a evitar o contato entre os joelhos, além de diminuir a torção da bacia, ajudando a relaxar a musculatura lateral da coxa. A posição “de barriga para cima” também proporciona uma boa saúde para a coluna, já que o corpo fica reto, e permite o repouso dos músculos, sendo assim, eles não precisam trabalhar durante a noite para encontrar uma posição confortável e manter a postura correta, porém deve-se observar a altura correta do travesseiro , que deve ser baixo nesta posição.

Quem dorme de bruços precisa ficar alerta porque esta é a pior opção para se dormir porque agrava as dores nas costas e no pescoço. “Está posição obriga a pessoa a fazer uma rotação no pescoço que afeta a coluna cervical, prejudicando automaticamente a região lombar”. Dormir de costas com os braços abaixo da cabeça ou atrás do pescoço também pode ser um problema, o que afeta a curva natural das costas e resulta em dores que podem ser tornar crônicas.

Outra escolha fundamental para garantir a saúde da sua coluna é a do travesseiro e do colchão. “Ambos são objetos que podem influenciar muito na saúde da coluna, a densidade do colchão deve ser de acordo com o peso da pessoa, e o colchão deve ser firme, já que se ele for muito mole, deixará a coluna torta. Os travesseiros devem estar de acordo à distância do pescoço e a parte interna do braço ( para pessoas que dormem de lado), que alinha a coluna cervical com o tronco, e assim evita dores no pescoço e desconforto na hora de dormir.”

Um colchão pode ser usado por um período de cinco a dez anos e há vários tipos a venda no mercado. Os de espuma são os mais comuns e devem ser trocados a cada cinco a oito anos. Outra opção é o colchão de molas que podem ser entrelaçadas ou ensacadas.  O tipo mais moderno de colchão é o de viscoelástico que se molda ao corpo e dá uma boa sustentação para a coluna. Já os travesseiros, não podem ter muito enchimento, já que assim não deixam a cabeça descansar em uma posição neutra. Encontre a posição confortável, mantenha a postura correta e evite problemas futuros com o seu corpo.

colchao 2 colchao 3 colchao 4

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com um *.